Entrevista com Anselm Jappe e Dossiê Guy Debord na Revista CULT (Edição 212)

             A revista CULT, na sua última edição, dedicou um espaço importante para um dossiê sobre Guy Debord, com vários artigos e uma entrevista com Anselm Jappe. Confira aqui.

UM PERFIL MULTIFACETÁRIO (Trecho)

dossiê - Copia

site_cult-2124“A capacidade de Guy Debord de combater o espetáculo

                                    sem entrar na arena do espetáculo permaneceu única”                                                                                                                                                                                  

  por Gabriel Ferreira Zacarias

               Anselm Jappe, filósofo de origem alemã, é professor da Accademia di Belle Arti de Sassari, na Itália, e ensina atualmente no Collège International de Philosophie, em Paris. Em 1993, publicou Guy Debord (lançado no Brasil pela editora Vozes, em 1999), livro escrito originalmente em italiano e traduzido em seis línguas, que é referência indispensável sobre o tema. Na França, publicou também uma coletânea de textos sobre Guy Debord e a Internacional Situacionista, L’avant-garde inacceptable (2004), traduzida em português sob o título Uma conspiração permanente contra o mundo (Lisboa: Antígona, 2014). É também autor ligado à crítica do valor, tendo publicado As aventuras da mercadoria (Lisboa: Antígona, 2006) e Crédito à morte (São Paulo: Hedra, 2013). Na entrevista a seguir, ele destaca as particularidades do pensamento de Guy Debord e as relaciona a grandes questões teóricas que atravessaram o século 20 e chegaram aos dias atuais. (http://revistacult.uol.com.br/home)

 

2

3

4

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *