LANÇAMENTO LIVRO BIOGRÁFICO ROSA DA FONSECA

EMANCIPAÇÃO, AINDA QUE TARDIA!

– DEBATES E LANÇAMENTOS –

 

Nesta quinta-feira, 20/04, estaremos lançando, juntamente com o Dinheiro Sem Valor, de Robert Kurz, o livro biográfico Rosa da Fonsêca, cuja publicação é iniciativa do Jornal O Povo, através da Fundação Demócrito Rocha, como parte da Coleção Terra Bárbara*.

O livro, de autoria do jornalista Érico Firmo, na verdade toma a biografia como um fio de meada para apresentar aspectos importantes da história do Ceará e do Brasil nos últimos 50 anos, assim como a luta do Grupo Crítica Radical, as rupturas tanto no plano teórico como prático, chegando ao momento atual da construção do movimento pela emancipação humana.

Considerando que os livro lançamentos acontecem exatamente no momento em que há uma ameaça de guerra no mundo, o mar de lama vem cobrindo o Brasil, a política se revela incapaz de responder minimamente aos anseios da população e os governantes administram a barbárie e a destruição do planeta, achamos mais do que oportuno realizarmos um debate sobre a situação atual, apresentando uma proposta de saída.

Você, que provavelmente faz parte dessa história, não pode perder esse momento ímpar!

Lembramos também que no dia 24 de abril, data do meu aniversário, estaremos realizando o sorteio do terreno do Batoque, doado pelo Professor Irenildo, no esforço de arrecadação para concluir a aquisição do Sítio Brotando a Emancipação e outros desafios. (Veja link http://criticaradical.org/vem-ai-a-conquista-definitiva-do-sitio/)

Vamos ao debate e vamos à emancipação!

20 DE ABRIL – 19H – SALA 4 – MEZANINO 2
BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO
CENTRO DE EVENTOS DO CEARÁ

__________________________________________________

*Coleção ganha novos títulos

Série de ensaios biográficos conta a vida de personalidades recentes da história cearense

A coleção Terra Bárbara, série de livros da Editora Dummar que conta a vida de personalidades cearenses, terá dez novos títulos lançados durante a Bienal.

A série narra aspectos menos conhecidos da vida de pessoas que transformaram a história política e cultural do Ceará. Entre os personagens biografados estão o líder religioso Antônio Conselheiro, o cantor e compositor Petrúcio Maia e a ex-vereadora Rosa da Fonseca.

Nascida no início dos anos 2000, a coleção homenageia em seu nome a revolucionária antimonarquista Bárbara de Alencar, avó do escritor José de Alencar.

Ela teve sua história contada pela jornalista Ariadne Araújo em um dos primeiros volumes lançados.

Além dos dez novos títulos, serão apresentadas também durante a Bienal as novas edições dos livros já lançados.

ROSA DA FONSECA
Autor: Érico Firmo

Ex-vereadora de Fortaleza, teve importante participação na luta estudantil nos anos de ditadura militar. Foi presa política e vítima de tortura antes de fundar, em 1973, o grupo Crítica Radical.

NILTO MACIEL
Autor: Raymundo Netto

Escritor e pesquisador, foi um dos fundadores da revista O Saco, em 1976, e editor da revista Literatura por quase duas décadas, entre 1992 e 2008. Ganhou diversos prêmios por livros.

MOACIR LOPES
Autora: Susana Frutuoso

Autor de mais de 20 livros, é mais conhecido por ter escrito A Ostra e o Vento. Apaixonado pelo mar, viajou em navios pelo Uruguai, Paraguai, Argentina, Cuba e Estados Unidos.

EDNARDO
Autor: Wagner Castro

Cantor e compositor cearense, é o autor da canção Pavão Mysteriozo, que já foi regravada por mais de 20 cantores e virou tema da novela Saramandaia, exibida pela TV Globo em 1976.

PETRÚCIO MAIA
Autora: Mona Gadelha

Pianista, compositor, ator, cantor e produtor cultural, Petrúcio Maia foi uma das personalidades mais importantes para a consolidação da música cearense no século XX.

ALDEMIR MARTINS
Autor: Marcos Tardin

Artista plástico nascido em Iganzeiras, no Vale do Cariri, em 1922, retratou em suas obras o homem do Nordeste. Expandiu sua produção e experimentou com gravura, desenho, cerâmica e escultura.

MÁRIO GOMES
Autora: Ethel de Paula

Poeta das praças de Fortaleza, transformou-se em ícone por ser andarilho e pela perspicácia de seus escritos. Dedicou quatro décadas à poesia do cotidiano na Praça do Ferreira.

DONA MOCINHA
Autora: Raphaelle Batista

Grande símbolo do carnaval fortalezense, Dona Mochinha foi dona do tradicional bar que ainda hoje leva seu nome, na rua João Cordeiro, na Praia de Iracema.

THOMAZ POMPEU
Autor: Jáder Santana

Foi responsável pelas principais fotos da mobilização que explodiu em Fortaleza durante a II Guerra Mundial, quando navios brasileiros foram afundados no litoral
do País.

ANTÔNIO CONSELHEIRO
Autor: Audifax Rios

Foi o líder religioso e messiânico que liderou o arraial de Canudos, pequeno vilarejo no interior da Bahia que atraiu milhares de pessoas, em sua maioria levadas por seus ideais contrarrevolucionários e monarquistas.

http://especiais.opovo.com.br/bienaldolivro/

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *