Entries by Critica Radical

HOJE, 26 DE DEZEMBRO, SÁBADO, 16 H PROGRAMA CRÍTICA RADICAL ESPECIAL 78 ANOS DE JORGE PAIVA

Caro amigo,

Cara amiga

No dia vinte e seis ele, Jorge Paiva, completa 78 anos.

Além do aniversário, vamos comemorar também seus 47 anos como fortalezense.

Mesmo diante do terrível quadro em que se encontra a humanidade e o planeta, ele não se abate.

Pelo contrário, está sempre apresentando novas perspectivas e novos horizontes.

Continua cheio de vida, alegre e comunicativo.

Particularmente, agora, com o lançamento do livro do Robson, seu genro, e o da filha, Juliana, que já se encontra em gestação.

Mas a alegria transborda ainda mais quando constata o crescimento do neto Benjamin.

Com seu ar de seriedade, brinca o tempo todo.

É franco. É direto. É íntegro.

Tem pela conquista e preservação da nossa identidade um grande apreço.

Conviver com ele é estar sempre instigado(a).

Buscar novos desafios.

Conspirar para nascer o amanhã da emancipação.

Continua adubando e regando as idéias, o amor, a solidariedade, o compromisso, a dedicação dos(as) que já não estão entre nós, em particular a companheira Célia Zanetti.

Fala sobre eles(as) com muito carinho.

Está profundamente indignado, além de achar inaceitável a barbárie da eliminação das pessoas humanas aqui e no mundo, vítimas do coronacrise.

Agora, está novamente apaixonado.

Trata-se de uma nova palavra.

Antes, uma palavra já o havia fisgado e o deixado ouriçado como ele sempre fala.

Estava associada à barreira do valor que configurava a crise da fronteira histórica do capitalismo.

Hoje, sua declaração apaixonada se volta para outra palavra: devir.

Para ele, daqui advém um segundo despertar da humanidade, pois um devir muda o mundo – o segundo devir humano.

Agora o ouriçado vai às nuvens e a alegria é mais contagiante do que antes.

Inspirado nessa poesia, elaborou uma das nossas mais belas e profundas mensagens para construirmos a vida plena de sentido.

Depois de uma longa caminhada, são mais de 50 anos dedicados à luta, perscruta a oportunidade histórica de conquistarmos a emancipação humana e ambiental.

Voar diante de caminhos não traçados é sua característica fundamental.

Ele é mais do que imprescindível.

Participe e contribua para essa justa e merecida homenagem!

Parabéns, Jorge Paiva!

Parabéns aos(às) aniversariantes do mês:

Tomás – 03 (In memorian);

Fernanda – 05

Suely – 11

Juraci – 12 (In memorian)

Kurz – 24 (In memorian);

Rildson – 24;

Vito – 27.

Um abraço dos(as) companheiros e companheiras do Crítica Radical!

26 DE DEZEMBRO,  SÁBADO, 16 H”

PROGRAMA CRÍTICA RADICAL ESPECIAL

Participação ao vivo pelo Zoom –

Link:  https://us02web.zoom.us/j/87395253418

Transmissão: Face, Youtube, Instagram e Site do Crítica Radical

ADEUS ÀS ILUSÕES!

ADEUS ÀS ILUSÕES! O capitalismo colapsou!Tentar mantê-lo torna o ser humano inútil e a terra inabitável!Política é para administrar colapso, barbárie e a catástrofe do moderno sistema fetichista patriarcal produtor de mercadorias!Qual a alternativa? Sair do capitalismo!Com vocês, finalmente, o projeto do Sítio Brotando a Emancipação e o Projeto do Seminário e Encontro Emancipatórios.– Seminário […]

ADEUS, UTOPIA CAPITALISTA!

Aos amigos e amigas do Crítica Radical Uma prática muda o mundo – a prática da emancipação. Essa façanha histórica supera a pré-história e inicia uma outra história substituindo, através do metassujeito e do seu movimento transnacional emancipatório, a vida falsa pela vida autêntica. Extingue as categorias básicas da existência humana em crise porque foram […]

EM BREVE, LANÇAMENTO DO LIVRO O HOMEM SEM QUALIDADES À ESPERA DE GODOT, DE ROBSON OLIVEIRA, DO CRÍTICA RADICAL. Veja a apresentação dos professores Marildo Menegat e Anselm Jappe

A ESSÊNCIA DA COISA Marildo Menegat Pode parecer estranho se falar de homens sem qualidades. Por pior que eles sejam, no limite, seus defeitos poderiam fazer a vez do que lhes falta. Mas não é o caso. Trata-se da forma neutra que, como resultado de um todo absurdo, lhes confere com frequência qualidades negativas que […]

ROBERT KURZ ESPECIAL – PROGRAMA CRÍTICA RADICAL – 18.07 -SÃBADO – 10H

Há 8 anos atrás faleceu Robert Kurz vítima de um erro médico. No exato momento em que seu corpo descia à terra na Alemanha plantamos aqui em Fortaleza, na Praça da Gentilândia, uma pequena muda de uma árvore que cresceu e apareceu. É uma bela Aroeira, planta muito resistente e medicinal da nossa terra. Em todos esses anos, na data da sua despedida, 18 de julho, exatamente ao lado da Aroeira, prestamos nossa homenagem ao maior teórico da crítica radical categorial ao capitalismo, ao som de violino, violoncelo e violão executado pelo Grupo Harmony. Neste ano de 2020, em função da pandemia do coronavírus não vamos poder realizar essa atividade presencialmente. Em razão disso, homenagearemos nosso companheiro Kurz com um Programa Crítica Radical Especial que terá participação ao vivo de vários pensadores e estará aberto a participações. Ao mesmo tempo, reafirmamos nosso compromisso inabalável com a luta pela emancipação humana e ambiental.

ROBERT KURZ, PRESENTE! 

ONTEM, HOJE E SEMPRE

!

UMA PERDA IRREPARÁVEL! FALECEU VALDO BARROS! VALDO, PRESENTE!

É com profundo pesar que registramos o falecimento do professor Valdo Barros. O companheiro Valdo participou conosco de muitas lutas e debates. Jovem, com 39 anos, era uma pessoa solidária, aberta, sensível, pesquisador, estudioso, preocupado com o destino da humanidade e do planeta. Na última vez que estivemos com ele estava preocupado como enfrentar essa situação. Manifestou o desejo de contribuir de forma destacada com a reflexão e a luta para a emancipação. Infelizmente é uma perda muito grande que nos atinge fortemente.

 Em sua homenagem suspendemos o Programa Especial que faríamos ontem na Rádio Crítica Radical. Não temos informações ainda sobre o sepultamento. Logo que tivermos, avisaremos.

Valdo, presente! Ontem, hoje e sempre!

O MAIOR DESAFIO DO CRÍTICA!

A realidade encostou no pensamento. A vitória do capitalismo coincidiu com a materialização da prospecção de sua fronteira histórica. A situação ficou candente para a emancipação ampla geral e irrestrita.Com isso se vislumbra melhor a imperiosa necessidade de traçarmos os novos caminhos de ultrapassagem do moderno sistema fetichista patriarcal produtor de mercadorias que transformou todas […]